Empresário oferece esmola e dá tapa na cara de mendigo; veja vídeo

A Polícia Civil investiga um empresário de Sinop (500 km ao norte de Cuiabá) que aparece em um vídeo atraindo um homem que pedia dinheiro na rua e o agredindo logo em seguida. O fato aconteceu esta semana na cidade.

O delegado Ugo Angelo Reck de Mendonça disse que as equipes da Polícia Civil da cidade localizaram a vítima e levaram ela para prestar depoimento na delegacia. O empresário ainda não foi localizado.O vídeo rapidamente se espalhou pela internet devido à forma como o empresário, conhecido como "Tiririca de Tabaporã", agrediu a vítima.


Nas imagens é possível ver que há dois homens no carro. Um filma enquanto o outro atrai o pedinte com uma nota de R$ 20,00.

“Tá na fome mesmo? O problema é que tá tudo parado por conta da crise”, diz o empresário, apoiado pelo motorista ao lado. A crise citada pelo empresário se refere à pandemia do novo coronavírus (Covid-19).

É possível notar também que eles tiram o carro do trânsito para conseguir agredir o homem. Após dar os R$ 20,00 e não bater, eles oferecem mais R$ 50,00 para a vítima se aproximar novamente do carro, mas o empresário acaba pegando uma nota de R$ 5,00.

Tiririca chama homem para perto. “Chega mais perto que eu quero te perguntar uma coisa”. Quando a vítima se aproxima, o empresário acerta um tapa no rosto do pedinte e afirma: “vai trabalhar vagabundo!”.

Sem acreditar no que aconteceu, o homem apenas observa o empresário e o motorista saírem com o carro.

 

Fonte: Repórter MT

Empresário oferece esmola e dá tapa na cara de mendigo; veja vídeo

Empresário oferece esmola e dá tapa na cara de mendigo; veja vídeo

A Polícia Civil investiga um empresário de Sinop (500 km ao norte de Cuiabá) que aparece em um vídeo atraindo um homem que pedia dinheiro na rua e o agredindo logo em seguida. O fato aconteceu esta semana na cidade.

O delegado Ugo Angelo Reck de Mendonça disse que as equipes da Polícia Civil da cidade localizaram a vítima e levaram ela para prestar depoimento na delegacia. O empresário ainda não foi localizado.O vídeo rapidamente se espalhou pela internet devido à forma como o empresário, conhecido como "Tiririca de Tabaporã", agrediu a vítima.


Nas imagens é possível ver que há dois homens no carro. Um filma enquanto o outro atrai o pedinte com uma nota de R$ 20,00.

“Tá na fome mesmo? O problema é que tá tudo parado por conta da crise”, diz o empresário, apoiado pelo motorista ao lado. A crise citada pelo empresário se refere à pandemia do novo coronavírus (Covid-19).

É possível notar também que eles tiram o carro do trânsito para conseguir agredir o homem. Após dar os R$ 20,00 e não bater, eles oferecem mais R$ 50,00 para a vítima se aproximar novamente do carro, mas o empresário acaba pegando uma nota de R$ 5,00.

Tiririca chama homem para perto. “Chega mais perto que eu quero te perguntar uma coisa”. Quando a vítima se aproxima, o empresário acerta um tapa no rosto do pedinte e afirma: “vai trabalhar vagabundo!”.

Sem acreditar no que aconteceu, o homem apenas observa o empresário e o motorista saírem com o carro.

 

Fonte: Repórter MT

Mais Lidas