trans

O transplante de fígado da pequena Isabella Vitória Mendonça Duarte, de 3 anos, foi feito entre a noite de sexta-feira (25) e a madrugada deste sábado (26) com sucesso. Ela se recupera bem na Unidade de Terapia Intensisa (UTI) do Instituto da Criança (ICr) do Hospital das Clínicas de São Paulo. O doador também se restabelece conforme o esperado após o procedimento.

 

 

 A menina foi diagnosticada com uma hepatite autoimune em grau avançado e precisava do transplante com urgência. Policiais militares de São José do Rio Preto (SP) e região se mobilizaram por meio das redes sociais para conseguir um doador compatível para a menina, que é sobrinha de um PM de Mirassol (SP).

De acordo com o chefe da Cirurgia Pediátrica do ICr, Uenis Tannuri, a cirurgia começou às 19h30 de sexta-feira (25) e terminou às 6h, deste sábado (26). "Foram 10 horas e meia de cirurgia e graças a Deus correu tudo conforme o esperado. Agora, vamos acompanhar e rezar para continuar tudo bem."

O doador é amigo da família e viajou para São Paulo na noite de quinta-feira (24) com outras oito pessoas, para fazer os testes para aprovação da doação do órgão. Como o doador não é da família, foi preciso autorização judicial para a realização do transplante.

Segundo a tia de Isabella, Samantha Tatiane Duarte, há cerca de um mês a menina ficou com coloração amarelada e os pais a levaram ao médico, que identificou que havia algum problema no fígado da menina. Ela foi encaminhada ao Hospital da Criança e Maternidade (HCM) de Rio Preto, onde o médico Renato Ferreira da Silva, chefe da unidade de Transplantes de Fígado e Intestino Delgado do Hospital de Base, a pré-diagnosticou e encaminhou ao ICr.

Do G1

Mais Lidas