Ele fugiu do local sem prestar socorro; uma das vítimas morreu. Outra vítima quebrou uma das pernas no acidente em Borborema. 

acborbore

O motorista que atropelou duas pessoas no acostamento de uma rodovia em Borborema disse à polícia que atingiu as vítimas, que caminhavam no local, após desviar de um cachorro na madrugada de domingo (17). Uma das vítimas, uma mulher de 49 anos, morreu no local. O homem fugiu do local sem prestar socorro e foi preso horas depois em casa. O teste do bafômetro comprovou que ele dirigia embriagado, mesmo assim ele pagou fiança de R$ 6 mil e foi liberado. Situação que revoltou os familiares da vítima.

O sentimento de Monique Cristina da Silva é de tristeza e revolta. A mãe dela, a faxineira Nilva Cristina da Silva, de 49 anos, morreu atropelada às margens de uma estrada. Ela voltava para casa depois do trabalho em uma festa no clube de campo da cidade. O motorista, Marcos Paulo Ribeiro, de 25 anos, fugiu sem prestar socorro. "Deixaram minha mãe largada no chão, ele deixou minha mãe largada no chão que nem se ela não tivesse família. Como se ela não tivesse ninguém, se ela fosse um lixo, e ela tem família.”

Nilva caminhava pelo acostamento na companhia de um colega de trabalho, o adolescente Wellington Godoi Leite, de 17 anos. Ele também foi atingido pelo carro e quebrou uma perna. "Ele pensou que o carro vinha na pista, mas só que a pancada foi de vez, na hora que ele caiu. Quando ele olhou o corpo estava bem longe", conta o pai de Wellington, Edmilson Ferreira Leite.

O caminhoneiro Reginaldo Carlos Borges que estava parado à margem da rodovia viu o acidente. "Ela parou em cima do para-brisa dele, ele deu uma freada e o corpo saiu de cima do carro. Ele pegou, manobrou e foi embora.” A polícia prendeu Marcos na casa dele em Borborema, depois de receber denúncias de moradores que viram o carro amassado e com vestígios de sangue.

Marcos vai responder a processo, em liberdade, por homicídio culposo, aquele em que não há intenção de matar, lesão corporal leve, fuga do local do acidente e embriaguez ao volante. O delegado responsável pela investigação, Roberto Carlos de Santi, explicou que esta é a conduta prevista por lei em casos de crimes em que a pena não ultrapassa quatro anos de prisão.

Wellington Godoi Leite foi atendido no hospital de Ibitinga e já recebeu alta. A equipe de reportagem procurou pelo motorista que provocou o acidente, mas ele não estava na casa dele. Parentes informaram que Marcos Ribeiro viajou para uma fazenda em Pongaí.

Mais acidentes
Um homem de 49 anos também morreu depois de capotar o carro que dirigia na Rodovia Osni Mateus, próximo ao trevo de Lençóis Paulista (SP). Há suspeita de que ele tenha rodado na pista molhada por causa da chuva.

E na Rodovia Dona Leonor Mendes de Barros entre Guarantã e Itápolis, um jovem de 23 anos também morreu depois de perder o controle do carro que dirigia. Ele caiu em uma ribanceira e não resistiu aos ferimentos. (TV TEM)

Mais Lidas