Sessão teve também aprovação de convocação de superintendente do SAAEI para prestação de esclarecimentos. Vereadores guardam minuto de silêncio pela morte de Eduardo Campos

camara14ag

A primeira sessão com frequência semanal teve dois projetos aprovados. Antes de se iniciarem os trabalhos da sessão da noite de quarta-feira (13), o presidente Guto Biella (PV) anunciou um minuto de silêncio pelo acidente fatal que acometeu o candidato a presidente Eduardo Campos (PSB). A vereadora Edmércia Micheletti (PSB), leu, na Tribuna, nota de pesar oficial do partido pelo falecimento.

Na ordem do dia, os vereadores aprovaram por unanimidade projeto de autoria de Lourival Tomé (PR) que cria a disciplina denominada “História do Município de Itápolis” na grade curricular da educação básica da rede municipal.

 

A disciplina integrará a grade não como uma matéria em si, mas como um tema transversal, que deverá ser ensinado em conjunto com outras disciplinas. De acordo com autor, o objetivo é fazer com que o aluno obtenha informações e conhecimentos sobre os principais fatos retratados na história de Itápolis.

O segundo projeto aprovado tem autoria do prefeito Júlio Mazzo (PR) e amplia o perímetro urbano do distrito de Tapinas. A ampliação se deve a projeto de parcelamento do solo que pretende instalar novo loteamento no distrito.

Para se transformarem em lei, as matérias aprovadas dependem de sanção por parte do prefeito.

Além dos projetos, os vereadores aprovaram requerimentos. Entre eles, uma matéria de autoria de Mauro Guerra (PTB) que convoca o superintendente do SAAEI – Serviço Autônomo de Água e Esgoto – para prestar esclarecimentos aos vereadores sobre as recorrentes faltas de água no município. O responsável pela autarquia tem 30 dias para comparecer.

Jornalismo – Câmara Municipal

Mais Lidas