Do G1 - Testemunhas afirmaram que um rapaz manuseava a arma quando atingiu a vítima, que morreu no local, diz SSP. Ele foi preso e o dono da arma está foragido.


Uma atendente de 27 anos morreu após ser baleada em um disparo supostamente acidental, durante uma confraternização entre amigos, na noite deste sábado (9), em Limeira (SP). O suspeito de dar o tiro foi preso. As informações são da Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo (SSP-SP).

O caso ocorreu por volta das 20h30, na Rua João Ari Cason, no Jardim Gustavo Peccinini. De acordo com a secretaria, policiais militares foram chamados para atender a ocorrência.

No local, encontraram a vítima baleada e caída na cozinha. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado e constatou o óbito.

Testemunhas contaram que ocorria uma confraternização na casa e que um homem de 28 anos levou a arma para a festa. Segundo elas, um supervisor de 27 anos pegou o revólver e, ao manuseá-lo, acabou atingindo a vítima.

O outro homem fugiu e a arma não foi localizada. A polícia realiza buscas para encontrá-lo.

O supervisor foi detido em flagrante, levado ao plantão da Delegacia Seccional de Limeira e indiciado por homicídio simples consumado.


Do G1

Foto: Johnny Inselsperger/EPTV




Mais Lidas