O Hospital Amaral Carvalho, em Jaú, recebeu a habilitação do Instituto Adolf Lutz para realizar testes para o diagnóstico de coronavírus. Antes, a unidade já realizava exames RT-PCR, mas eles precisavam da contraprova do instituto.

Com a validação, que veio por meio de um comunicado publicado no Diário Oficial nesta quinta-feira (6), o laboratório do hospital não precisa mais enviar as amostras positivas para o Adolfo Lutz.

De acordo com a unidade, o teste já era aplicado nos pacientes internados do Transplante de Medula Óssea (TMO), mas agora a ideia é estender os exames para todos os pacientes do hospital, já que não dependem de laboratório externo.

Ainda segundo hospital, o teste de RT-PCR do Amaral Carvalho é considerado "padrão ouro" e divulga o resultado em até dois dias. Ele detecta o coronavírus com base nas amostras coletadas por cotonetes nas narinas do pacientes.

Além deste exame, que é feito apenas em pacientes do Hospital Amaral Carvalho, a unidade realiza testes rápidos de coronavírus para o público e empresas, de maneira particular. Neste caso, o exame detecta se o morador já teve contato com o vírus e apresenta anticorpos para a doença. (G1)

Mais Lidas