Estampa é boa opção para o revestimento de móveis, xales, almofadas ou em pequenos objetos

Existem várias teses para a origem da estampa xadrez mas, de acordo com o historiador têxtil E. J. W. Barber, elas remontam aos antigos celtas. Muito associada aos escoceses, aos punks e aos caipiras, combinada de forma harmoniosa pode ir do clássico ao moderno ou descontraído e trazer toque especial à decoração.

xadrez

O xadrez pode ser utilizado em pequenos objetos de decoração, abajures, cortinas, roupas de cama, almofadas, tapetes ou mesmo no revestimento de móveis e papéis de parede (Fotos: Divulgação)

Na opinião da arquiteta Thais Lacialamella, o xadrez pode ser utilizado em pequenos objetos de decoração, abajures, cortinas, roupas de cama, almofadas, tapetes ou mesmo em móveis como sofás, poltronas, assentos de cadeiras ou mesmo no revestimento de móveis e papéis de parede.

“Para um toque mais clássico, escolha apenas um elemento da composição, sempre mantendo a paleta do ambiente. Para dar um ar romântico, aposte na combinação com florais, também seguindo os mesmos tons escolhidos para o xadrez e para os demais elementos do ambiente. Para um visual mais moderno, ouse nas cores ou na combinação com listras ou outras padronagens de estampas”, recomenda Thais.

Segundo a arquiteta, o xadrez pode ser utilizado sem cerimônia do lavabo à cozinha, da sala ao quarto, garantindo a atemporalidade à sua casa ou seu escritório.

Já a arquiteta Laurimar Coelho acredita que, como toda estampa, o xadrez deve ser usado com bastante cuidado para não saturar o visual do ambiente. Para ela, o ideal é optar por peças que possam ser removidas, como mantas, almofadas, pufes ou em móveis de dimensões mais discretas, como uma poltrona pequena, por exemplo.

xadrez2

A estampa xadrez combina mais com móveis retos e de estilo clássico, de preferência de madeira ou couro, indicam especialistas

“Não recomendo o uso em cortinas, mas pode ser adotada em uma única parede de um ambiente, desde que se observe o tecido utilizado nos móveis que, em minha opinião, devem ser lisos, ou totalmente brancos ou pretos ou de outra cor lisa para contrastar, como amarelo”, ressalta.

O arquiteto Augdan Oliveira Leite considera o xadrez uma estampa bem versátil. “Pode ser usada com tecidos lisos, listrados ou até mesmo estampados. Depende muito da composição”, avalia.

Ele recomenda o uso em poltronas, estofados e até nas cadeiras da sala de jantar. “Dá um ar romântico”, diz.

Na sala de estar, ele sugere o uso em xales para a cortina. “O ambiente pode ter ainda um xale xadrez para o estofado seguindo o mesmo padrão, com as almofadas para complementar, misturando com listrado e floral”, recomenda.

O ideal é usar o xadrez em peças que possam ser removidas, como mantas, almofadas, pufes ou em móveis de dimensões mais discretas, como uma poltrona pequena

Tapetes também ficam bem na sala, segundo Augdan. Mas, ele acredita que a estampa combina mais com móveis retos e de estilo clássico, de preferência de madeira ou couro.

Para o quarto, a dica do arquiteto é usar xadrez nos edredons, combinando com xales e almofadas, misturando com estampas florais e listradas.

Fonte Zap Imóveis

Mais Lidas