frejat

A programação musical de julho no Sesc Catanduva é puro rock and roll. O mês de julho vem sendo considerado no Brasil cada vez mais o período de referência do rock, a data faz referência ao concerto Lived Aid, um evento internacional de rock que aconteceu em 1985, simultaneamente em Londres e na Filadélfia. Desde então, no Brasil, cada vez mais são realizadas ações comemorativas em julho para festejar o bom e velho rock and roll.

No Sesc Catanduva, julho não será diferente. Para festejar a data, a unidade planejou vários shows para os amantes do estilo, com bandas conhecidas do grande público e outras locais, que estão começando a trilhar suas carreira no mundo do rock. Com essa proposta, a programação musical busca trazer um mix de alternativas ricas para o público, além de oferecer espaço aos novos talentos. No Quintas do Sesc por exemplo, projeto musical que acontece sempre às quintas às 20h15, o palco fica a disposição das bandas de rock já afirmadas no mercado musical, e nas tardes de domingo, o espaço é para os novos talentos. Essas tardes musicais contam com o apoio da prefeitura Municipal de Catanduva, da Secretaria de Cultura e da Associação Cultural Dell’Arte. No final do mês, para coroar a programação musical especial de rock, o Sesc Catanduva traz o cantor e compositor Frejat. O concerto acontece dia 28, às 20h30, e os ingressos começaram a ser vendidos on line no dia 4, e nas bilheterias do Sesc a partir do dia 5 de julho.

Roberto Frejat sempre soube que queria ser músico. Quando convidado a ensaiar com o Barão Vermelho tinha 19 anos e imediatamente percebeu que aquelas pessoas ensaiando todo dia, com vontade de deixar a música pronta, era exatamente o que estava procurando. Fisgado pelo Barão, formado aquela altura por Mauricio Barros, Dé Palmeira e Guto Goffi, Frejat logo encontrou afinidades para compor com Cazuza – o último a entrar no grupo. A parceria deu personalidade autoral à banda e é uma das mais ricas da música brasileira. Em 2001, o Barão Vermelho resolveu parar suas atividades temporariamente. Era a oportunidade para Frejat multiplicar seu talento, sem as amarras que às vezes o trabalho em uma banda cria, abrindo assim seu leque de parceiros, com novos músicos e outras formas de lidar com sua criação. O disco “Amor Pra Recomeçar”, lançado no mesmo ano e produzido por Tom Capone, Mauricio Barros e Max de Castro, foi o primeiro passo. Além da música-título, “Homem Não Chora” e “Segredos” foram bem executadas nas rádios. Durante toda sua carreira Frejat abriu opções para sua criatividade e experiência com a música. Em 1989 produziu o disco da banda punk paulista Inocentes. Seis anos mais tarde em 1995 ,foi o produtor musical do primeiro cd-tributo em homenagem a Roberto Carlos, “Rei”, convidando artistas consagrados e outros que despontavam na época como Chico Science e Nação Zumbi, e Skank. No ano seguinte produziu o cd do grupo pernambucano Jorge Cabeleira e o dia em que seremos todos inúteis. Frejat também atuou como músico, gravando trilhas sonoras e participando de discos de muitos colegas como Cássia Eller, Gal Costa, Dalto, Simone, Fundo de quintal e Evandro Mesquita. Como compositor, tem uma extensa lista de parceiros: além de Cazuza, Arnaldo Antunes, Luís Melodia, Wally Salomão,Jorge Salomão, Chacal, Gabriel O Pensador, Dulce Quental, Evandro Mesquita, Marisa Monte, Leoni, Lenine, Mauro Santa Cecília, Humberto Effe, Erasmo Carlos, entre tantos outros. Sem lançar material inédito desde “Intimidade Entre Estranhos”, em 2013 Frejat presenteou os fãs com uma nova música, a dançante “O Amor é Quente”, que foi lançada no iTunes junto com outra faixa, a também inédita “Me Perdoa”, uma parceria com George Israel e Mauro Santa Cecilia. Em 2016, Frejat começou a percorrer o país com dois formatos de show, com banda e voz & violão e disponibilizou em todas as plataformas digitais uma seleção de músicas que gravou nos últimos anos mas que estavam espalhadas entre diferentes trabalhos, momentos, plataformas e suportes.

Ainda no mês de julho, o Sesc Catanduva também traz um concerto de rock para crianças, uma proposta super divertida e inusitada, com a banda Toy, quatro jovens apaixonados pelo ritmo do rock e por crianças. Eles interpretam trilhas sonoras clássicas do universo infantil, mas com uma roupagem rock. Essa apresentação acontece em ocasião ao término das atividades do programa “Férias no Sesc“, no dia 27. A música de raiz também tem espaço na programação musical do Sesc Catanduva, no tradicional projeto “No Ponteio da Viola“, no último domingo do mês. Zeca Collares faz uma bela homenagem no dia 30, cantando músicas de Pena Branca e Xavantinho, e contando um pouco de sua relação de amizade com Pena Branca. Além da apresentação, o violeiro também ministra uma oficina musical, na qual serão abordados diversos aspectos da viola caipira. As vagas serão limitadas, e as inscrições poderão ser realizadas gratuitamente na Central de Atendimento.

PROGRAMAÇÃO

QUINTAS DO SESC – Especial mês do Rock

The Chambers - Trio composto por Miguel Chambers, Júlio Tavares e Rodrigo Villa traz um repertório cheio de canções famosas do rock. Suas influências vão desde bandas como The Beatles até a Pearl Jam, passando também por Dire Straits, Bryan Adams, Guns’N’ Roses e Nirvana.
Dia 6, quinta, às 20h15 | Quadra I Classificação: 14 anos. Retirada de ingressos com uma hora de antecedência.

Griswolds - Banda de Jaú, formada em 2010, que faz releituras de temas de filmes, mixando doses de rock nas trilhas sonoras, bem como elementos de outros gêneros similares, em especial o punk rock. O objetivo da banda é remeter o espectador a uma verdadeira experiência cinematográfica sonora.
Dia 13, quinta, às 20h15 | Quadra I Classificação: 14 anos. Retirada de ingressos com uma hora de antecedência

A Casa dos Fundos – Banda formada em 2005, o repertório se baseia no rock e pop rock clássicos, nacional e internacional dos anos 60, como Led Zeppelin, Deep Purple, Elvis Presley, Janis Joplin, Jimmy Hendrix, Pink Floyd, The Beatles, Rolling Stones, Creedence Clearwater Revival, The Doors, Mutantes, e outras. Tem na sua formação atual Junior Muelas na bateria e vocal, Danilo Manzano no vocal, Cristhiano Carvalho na guitarra e vocal, e Vagner Siqueira no baixo e vocal.
Dia 20, quinta, às 20h15 | Quadra I Classificação: 14 anos. Retirada de ingressos com uma hora de antecedência

SHOW ESPECIAL - Especial mês do Rock

Frejat - O cantor e compositor Frejat apresenta um show com grandes sucessos de sua carreira. Afastado do Barão Vermelho, Frejat é um dos ícones do rock nacional, e explodiu como sucesso de mídia no início dos anos 80 no Brasil. Parceiro de Cazuza em muitos trabalhos, Frejat lançou seu primeiro albúm solo em 2001, intitulado "Amor para Recomeçar". Possui 5 discos em sua carreira solo, e 17 lançados junto com a banda Barão Vermelho.
Dia 28, sexta, às 20h30 | Quadra I Classificação: 14 anos. Ingressos limitados I Valores: R$12,00 (comerciários); R$20,00 (estudantes, servidores de escolas públicas, +60 anos ou portadores de deficiência); R$40,00 (demais).

SOM DA CASA – Especial mês do Rock. O SOM DA CASA tem como objetivo fomentar o cenário musical da cidade com uma série de shows que privilegiam grupos e músicos catanduvenses. Uma realização do Sesc Catanduva em parceria com a Prefeitura Municipal por meio da Secretaria de Cultura de Catanduva e Associação Cultural Dell'Arte.
Banda Insônia - Formada em 2000, a banda traz em seu repertório clássicos do rock e blues dos anos 60, 70 e 80, influenciados por The Who, Led Zeppelin, Creedence, The Doors, dentre outros. No vocal e guitarra, Felipe Roces Rios; guitarra, Marcelo Forte; teclados, PC Sanchez; baixo, Sidnei Boragina e bateria Celso Vertoni.
Dia 16, domingo, das 14h30 às 15h30 | Quiosque I Classificação: Livre. Retirada de ingressos com uma hora de antecedência
Zeedogz - Formada em 2011, a banda conta com Alexandre Savioli (guitarra/vocal), Felipe Leão (baixo/vocal) e Carlos Mexicano (bateria). Seguindo o estilo Pós-Punk e inspirada por banda dos anos `80 como Titãs e Plebe Rude, a banda lançou, em fevereiro de 2014, de forma independente, seu primeiro disco de estúdio 100% autoral intitulado “Quanto Vale?
Dia 16, domingo, das 15h45 às 16h45 | Quiosque I Classificação: Livre. Retirada de ingressos com uma hora de antecedência
Whatever Blues - O duo rock traz como referência o som Garage/Fuzz, com grande semelhança das bandas The White Stripes, The Black Keys, e Royal Blood, dentre outras. Com repertório totalmente autoral, podem surpreender com apenas uma bateria – João Pedro Barile - e uma guitarra – Leonardo Doro.
Dia 16, domingo, das 17h30 às 18h30 | Quiosque I Classificação: Livre. Retirada de ingressos com uma hora de antecedência
Disassociado - Banda de punk rock e hardcore, autoral, formada desde 2013 pelos integrantes Leandro Merli na guitarra, André Toledo na bateria, Daniele Mariano no baixo e Daiane Leão no vocal.
Dia 23, domingo, das 15h às 16h | Quiosque I Classificação: Livre. Retirada de ingressos com uma hora de antecedência
Zinabre - Formada em 2014 por Kleber Monstro Marioti (guitarra/vocal) e Felipe Fiu Lazarin (bateria), fazem um repertório de clássicos do punk rock. Uniram-se a dupla músicos de antigas bandas de Catanduva – Marcelo Tico Pelegrino (guitarra) e Adolfo Vardi Decrescenzo (bateria). As influências do grupo vão desde Sex Pistols e Ramones a Motorhead. A banda tem como característica principal a irreverência nas apresentações e espontaneidade na execução das músicas.
Dia 23, domingo, das 16h15 às 17h15 | Quiosque I Classificação: Livre. Retirada de ingressos com uma hora de antecedência
Croma - Banda influenciada pelo pop e rock dos anos 90 e 2000, formada por Francisco Maia (voz), Heitor Giglio (baixo e voz), Diego Yabuta (guitarra e voz) e Neto Rinaldi (bateria). Neste show, a banda fará um tributo especial aos ‘Raimundos’.
Dia 30, domingo, das 14h30 às 15h30 | Quadra I Classificação: Livre. Retirada de ingressos com uma hora de antecedência

Tchau Radar - Formada em 2012 com repertório 100% nacional, a banda tem como principais influências o rock 80/90 e cenário alternativo atual, como Engenheiros do Hawai, Legião Urbana, Titãs, Vespas Mandarinas, Vivendo do Ócio, entre outras. Em maio de 2017, a banda lançou seu primeiro EP com músicas autorais nas principais plataformas digitais. Formação: voz e guitarra, Eduardo Souza; Danilo Gisse no baixo e Pedro Meira na bateria.
Dia 30, domingo, das 15h45 às 16h45 | Quadra I Classificação: Livre. Retirada de ingressos com uma hora de antecedência

Los Cabrones - Formada em 2013, a banda apresenta em seu repertório influencias de clássicos do grunge, como Pearl Jam e do pós-grunge, como Foo Fighters, Creed e Nickelback. Los Cabrones é formada pelos catanduvenses Pedro Duarte na voz, Ricardo Pagliotto na guitarra e voz, Diego Yabuta na guitarra, Sairon Carvalho no baixo e Neto Rinaldi na bateria.
Dia 30, domingo, das 17h às 18h | Quadra I Classificação: Livre. Retirada de ingressos com uma hora de antecedência

NAS FÉRIAS - Encerramento Programa de Férias
Banda Toy - Quatro músicos, apaixonados por rock e encantados por crianças se juntaram para formar uma banda de rock. Eles apresentam a batida do rock, nas músicas já conhecidas pelo público infantil. O repertório conta com músicas de domínio público e releituras de clássicos infantis, entre eles, músicas do Balão Mágico, dos Saltimbancos, do Trem da Alegria, entre outros.
Dia 27, quinta, das 15h às 16h | Quadra I Classificação: Livre. Retirada de ingressos com uma hora de antecedência

OFICINAS DE ESTUDOS MUSICAIS
Viola Caipira com Zeca Collares - Neste workshop musical serão abordados temas diversos, como por exemplo, um resumo histórico sobre a viola caipira e o "mito" que o instrumento se tornou; teoria musical (tablatura, afinações cebolão/rioabaixo, escalas duetadas); ou estilos musicais (guarânia, toada, pagode, moda de viola e querumana). Os participantes deverão trazer seus próprios instrumentos (viola caipira), lápis, papel e borracha para anotações. Inscrições na Central de Atendimento. Disponibilidade: 20 vagas. MINI BIO : Músico, compositor, instrumentista e bacharel em cinema, Zeca Collares possui apurada técnica na viola caipira/brasileira e muita sensibilidade. Mostra em suas composições vocais/instrumentais, uma fusão entre a música de raiz brasileira, jazz o barroco, e elementos contemporâneos. Com mais de vinte anos de carreira profissional, e oito discos lançados, já dividiu palco com grandes nomes da música brasileira como: Hermeto Pascoal, Duofel, MPB4, Pena Branca e Xavantinho, Xangai, Fernando Deghi, Adelmo Arcoverde, Rogério Gulin etc.
Dia 29, sábado, das 15h às 17h | Sala de Ginástica I Disponibilidades: vagas limitadas. I Inscrições na Central de Atendimento I Obrigatório trazer o próprio instrumento. I Classificação: 14 anos

NO PONTEIO DA VIOLA
Zeca Collares canta Pena Branca e Xavantinho - Amigo pessoal de Pena Branca, Zeca traz influência da dupla Pena Branca e Xavantinho. A dupla quebrou preconceitos, levando a música caipira à grandes salas de concertos, dentro e fora do Brasil e foi inclusive premiada com o Grammy. Neste espetáculo, Zeca Collares homenageia a dupla, canta seus clássicos e conta sobre sua relação com o amigo Pena Branca.
Dia 30, domingo, às 10h30 | Quiosque | Grátis | Classificação: Livre I Retirada de ingressos com uma hora de antecedência.


SERVIÇO

Programação Musical
Período: Julho/2017
Local: Sesc Catanduva

Sesc Catanduva
Praça Felício Tonello, 228 - Vila Rodrigues - Catanduva – SP – (17) 3524-9200
www.sescsp.org.br/catanduva

Assessoria de Imprensa – Sesc Catanduva

Mais Lidas