oestefigueirense

por GLOBOESPORTE.COM - Marcado para iniciar às 21h, o jogo entre Figueirense e Oeste teve seu apito inicial dado cinco minutos além do horário original. O motivo foi o atraso do time da casa em entrar em campo. Dentro de campo, no entanto, o time catarinense não demorou muito para definir o placar, na estreia do técnico Vinícius Eutrópio. Já no primeiro tempo, o placar mostrava 3 a 0, o suficiente para garantir a primeira vitória após uma série de três sem sucesso. Presa fácil em Santa Catarina, o Oeste, que foi a Florianópolis com técnico interino encosta no Z-4. Os três pontos levam o Figueira a ficar a quatro pontos de voltar ao G-4 da Série B.

O Figueira soma 26 pontos, e na próxima rodada, a 18ª da Série B, pega a estrada. Em Alagoas, enfrenta o ASA, na terça-feira, às 21h. O Oeste, ainda com 14 pontos, permanece fora de casa. No Serra Dourada, em Goiânia, duela com o Atlético-GO, na sexta-feira, também às 21h.

O primeiro do Figueirense foi de Ricardo Bueno, logo a dois minutos de bola rolando, após falha da zaga do Oeste. Aos 19, o meia Tchô, agredido por torcedores depois da derrota na última rodada, completou com estilo uma jogada que havia iniciado com belo drible dentro da área. O terceiro na etapa inicial foi de Rafael Costa, de cabeça, aos 32 minutos. Nem mesmo atuando pouco mais de 20 minutos com um a mais, pela expulsão de Rodrigo, o Oeste não conseguiu reagir, em vitória alvinegra acompanhada por 1.595 torcedores que pagaram para ir ao Orlando Scarpelli assistir à estreia de Vinícius Eutrópio no comando do Furacão.

Mais Lidas