Botafogo vence Oeste e dispara na liderança do Grupo B (Foto: Rogério Moroti/Agência Botafogo)

ooo

Do Futebol Interior - Ribeirão Preto, SP, 04 (AFI) – O Oeste provou da força do Estádio Santa Cruz na noite desta quarta-feira e não conseguiu segurar o Botafogo, que manteve os 100% de aproveitamento atuando diante de seus torcedores com a vitória por 3 a 1, em partida válida pela sexta rodada do Campeonato Paulista. Daniel Borges, Mike e Willian balançaram as redes de Fernando Leal, enquanto Ligger diminuiu para os visitantes.

 Ainda sem perder pontos como mandante - três jogos e três vitórias -, o Botafogo chegou aos 12 pontos e se isolou ainda mais na liderança do Grupo B, deixando para trás Osasco Audax, Ituano, XV de Piracicaba e Corinthians. Por outro lado, o Oeste chegou ao quinto jogo sem vitória e estacionou nos cinco pontos, continuando na lanterna do Grupo D, correndo risco de entrar na zona de rebaixamento no complemento da rodada.

Bota começa melhor, mas Oeste equilibra
Apoiado pela torcida e jogando diante de um pressionando Oeste, o Botafogo começou em cima e quase abriu o placar em duas jogadas seguidas logo no começo do primeiro tempo. Mike aproveitou cruzamento de Hudson e bateu de primeira, assustando Fernando Leal. Depois foi a vez de Hudson assustar o goleiro em finalização na entrada da área. Aos 14, o Pantera abriu o placar com Lima de cabela, mas o árbitro assinalou impedimento do zagueiro.

Com um esquema mais cauteloso - Ademir Fonseca surpreendeu ao escalar três zagueiros -, o Oeste não conseguia criar lances de perigo e se preocupava mais com a marcação. A primeira finalização aconteceu apenas aos 23 minutos. Fernandes passou por Gilmak e arriscou de longe. Gilvan caiu bem e fez a defesa. O Pantera não conseguia escapar da marcação rubronegra e passou a dar espaços para os contra-ataques do time de Itápolis.

Aos 37, Fernandinho passou para Fernandes, que dominou e soltou a bomba. A bola desviou no meio do caminho e passou assustando Gilvan. Daniel Borges errou passe no meio-campo e o Oeste desceu em velocidade. Pablo recebeu dentro da área e chutou para grande defesa do goleiro tricolor.

Contra-ataque mortal
A etapa final começou bastante morna e sem nenhum lance de perigo. A torcida do Botafogo já começava a perder a paciência com os diversos erros de passe e a falta de produtividade no ataque, tanto que pedia a entrada do xodó William. E foi justamente neste momento que o time de Ribeirão Preto abriu o placar, aos 16 minutos. Camilo recebeu dentro da área e ajeitou para trás. Daniel Borges chegou soltando a bomba de primeira, estufando as redes de Fernando Leal.

Precisando pelo menos do empate para não ver a situação ficar ainda mais complicada, o Oeste partiu para o ataque e assustou em chute de longe do meia Marcos Paraná, que passou raspando a trave. Aproveitando o desespero do adversário, o Botafogo conseguiu ampliar aos 27 minutos depois de um contra-ataque perfeito. Daniel Borges escapou pela direita e tocou para Mike, que dominou e bateu no canto esquerdo de Fernando Leal.

O Oeste ainda ganhou um gás a mais aos 35 minutos, quando Ligger subiu livre após cobrança de escanteio e cabeceou no cantinho de Gilvan. Nos minutos finais, o time de Itápolis se lançou todo ao ataque, enquanto o Botafogo se defendia com todos seus jogadores e iria matar o jogo em mais um contra-ataque. Giovanni foi lançado e cruzou rasteiro para dentro da área. Willian completou de carrinho.

Próximos jogos
O Botafogo volta a campo no próximo sábado, contra o Bragantino, às 19h30, no Estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista, pela sétima rodada. Na sexta-feira, o Oeste recebe o Ituano, às 19h30, no Estádio Silvio Salles, em Catanduva, já que os Amaros ainda continua interditado pela FPF.

Mais Lidas