O São Paulo já não depende de suas forças para se classificar às oitavas de final da Copa Libertadores. O tricampeão da América sofreu mais uma derrota, a terceira no grupo 3 da competição, desta vez para o The Strongest, por 2 a 1, nesta quinta-feira, na altitude de La Paz, e ficou em situação ainda mais complicada.

LEIA MAISSem depender de si, São Paulo pode até ficar à mercê de sorteio para se classificarCartão por empurrar gandula tira Jadson de duelo com o Atlético-MGCom poucas palavras, jogadores do São Paulo deixam campo em 'clima de velório'

A partida estava complicada para o Corinthians, que não conseguia se acertar. Tite reordenou a linha de armadores, equilibrou as ações e deu a cartada final colocando Jorge Henrique. Assim que entrou, o camisa 23 fez boa jogada e serviu Danilo para o gol da vitória por 1 a 0 sobre o Millonarios.

O resultado nos mais de 2.600 metros de altitude de Bogotá classificou o atual campeão às oitavas de final da Copa Libertadores. Mais do que isso, graças ao empate do Tijuana com o San José, assumiu a liderança do Grupo 5 da competição.

Time alviverde bateu argentinos por 2 a 0 e voltou à briga pela classificação

Os pouco mais de 20.000 torcedores que foram ao Pacaembu nesta terça-feira não viram nem sombra do Palmeiras que sofreu um dos maiores vexames de sua história na goleada por 6 a 2 para o Mirassol, semana passada, pelo Campelonato Paulista. Sem tirar o pé e demonstrando raça até os últimos segundos, o time alviverde superou os desfalques para, com gols de Caio e Charles, vencer o Tigre por 2 a 0 e recuperar parte da confiança da torcida.

O presidente do Corinthians, Mário Gobbi, desabafou logo após o clássico deste domingo contra o São Paulo sobre a morte do garoto boliviano Kevin Espada durante o jogo contra o San José, pela Copa Libertadores, em fevereiro. Com um discurso inflamado, ele mostrou sua revolta com a situação dos 12 corintianos que estão presos em Oruro há 40 dias, situação que para o dirigente é pior do que a dos tempos de ditadura.
“Eles estão sequestrados lá na Bolívia, é uma situação pior do que a ditadura", disse Gobbi, que considera um absurdo que os torcedores continuem presos. “Como é que você mantém alguém preso sem ter prova nenhuma contra ele? Isso é uma coisa de loucos, uma nojeira muito grande. Eu não durmo sabendo dessa brutalidade, que é maior do que a morte do jovem Kevin Beltrán Espada. Os bolivianos querem pagar a morte dele com essa brutalidade, torturando, sequestrando e mantendo presos brasileiros que até prova em contrário são inocentes”, protestou.

palmeirasO técnico Gilson Kleina sabe que seu trabalho está ameaçado no Palmeiras. Ele já vinha sendo criticado por parte da torcida por conta das atuações ruins do time na Libertadores. A situação piorou - e muito - com a goleada sofrida diante do Mirassol (6 a 2), na noite desta quarta-feira, no estádio José Maria de Campos Maia.
Apesar da pressão, Kleina garante que não cogita pedir demissão:
- Desistir jamais. Não é da minha índole - disse o treinador.
- Foi um desatre, uma fatalidade. Mas temos de nos reerguer - emendou.
Questionado na sequência se deveria ser demitido, Kleina respondeu:
- Daí não é problema meu. Acho que todos têm de entender a situação que estamos passando. Em momento algum estou colocando culpa em alguém, estou me isentando. Esotu trabalhando, olhando para a frente, tendo postura, pedindo para que possamos reagir. Cabe à dirteoria (decidir sobre sua permanência), mas não vamos desistir nunca.
O técnico lamentou os desfalques (Vilson, Henrique, Leandro Amaro, Valdivia, Souza, Kleber e Maikon Leite estavam no departamento médico) e também a perda de Maurício Ramos no vestiário, pouco antes do jogo, por conta de um problema estomacal. Sem opções, Kleina se viu obrigado a escalar o jovem Marcos Vinícius, de 21 anos, que falhou nos dois primeiros gols e só não foi sacado, segundo o próprio treinador, para "não

Os 12 torcedores corintianos presos na penitenciária San Pedro, em Oruro, na Bolívia, não foram torturados, mas correm risco de atos de violência dos presos bolivianos. Além disso, a questão virou um problema diplomático entre Brasil e Bolívia. Essas foram as principais conclusões tiradas por integrantes da Comissão de Relações Exteriores do Senado e diplomatas brasileiros que foram até o interior da Bolívia, nesta terça-feira, para avaliar a situação dos corintianos que estão presos desde o dia 21 de fevereiro, acusados de envolvimento na morte do torcedor Kevin Espada, atingido por um sinalizador na partida entre San Jose e Corinthians, pela Libertadores. Já são 34 dias de cárcere.

Neymar tem contrato com o Santos até o fim da Copa do Mundo de 2014, no Brasil. Apesar disso, os rumores sobre uma transferência do atacante para a Europa são cada vez mais constantes. Nesta segunda-feira, o jornal catalão "Sport" destacou ter tido acesso a documentos que provariam um acerto do atleta com o Barcelona. Porém, a diretoria santista nega ter conhecimento desse suposto acordo de Neymar com o time espanhol.

5-01

 

 

Com a vitória por 2 a 1, no Pacaembu, time de Gilson Kleina alcança rival no Estadual.

f 158374

Em jogo adiado da décima rodada do Paulistão Chevrolet, o Palmeiras bateu o Paulista de Jundiaí por 2 a 1, no Pacaembu, na noite desta quinta-feira. O Alviverde não jogava em casa - e nem vencia - havia três jogos: derrotas para Libertad e Tigre, na Libertadores, e empate com o São Paulo, no Estadual. Nestas partidas, não marcou nenhum gol.

O zagueiro Dráusio, contra, acabou com a seca verde. Marcelo Macedo empatou para o Paulista, mas Vilson recolocou os comandados de Kleina à frente ainda no primeiro tempo. Renato Ribeiro, aos 45 minutos da etapa inicial, e Matheus, aos 12 do segundo, foram expulsos e dificultaram ainda mais a situação dos visitantes.

Atacante do São Paulo ganha a primeira chance na seleção brasileira

f 156381 1

Com a lesão de Lucas no tornozelo esquerdo, o técnico Luiz Felipe Scolari precisou chamar um novo jogador para os amistosos da Seleção Brasileira contra Itália e Rússia. E Felipão surpreendeu: convocou o atacante Osvaldo, do São Paulo.
Esta é a primeira chance do atacante na Seleção e ela só foi confirmada depois de o médico José Luiz Runco consultar os profissionais do Paris Saint-Germain para saber a respeito de Lucas.
O embarque dos jogadores que atuam em São Paulo é às 17h15 do próximo domingo. Por conta disso Osvaldo deve desfalcar o Tricolor paulista no Estadual. O São Paulo entra em campo às 16h, contra o Oeste, no Morumbi.
O Brasil vai enfrentar a Itália no dia 21, em Genebra, na Suíça, e depois pega os russos dia 25, em Londres.

Fonte: Band

Atacante santista será julgado por confusão com o lateral-direito Artur da Ponte Preta na derrota do do Santos por 3 a 1

O inferno astral de Neymar continua. O atacante voltou ao time no domingo após cumprir suspensão, mas terá de esperar de novo para atuar. Por tentar simular um pênalti, ele recebeu o terceiro cartão amarelo e está suspenso contra o Atlético de Sorocaba, no próximo domingo, fora de casa.

Após o clássico, o craque admitiu que seu rendimento está abaixo do esperado. É a terceira partida consecutiva dele sem brilhantismo. A última boa atuação foi no clássico contra o São Paulo, na Vila, com um gol e duas assistências.

Treinador corintiano afirmou que jogadores de frente deveriam ter finalizado mais no clássico contra o Santos.

Renato Augusto, Pato, Guerrero e Paulinho foram alguns dos corintianos que tiveram chance de marcar, mas falharam no empate por 0 a 0 com o Santos neste domingo, no Morumbi, pelo Paulistão Chevrolet. O técnico Tite gostou da criação das jogadas, mas irritou-se pela falta de finalizações.

“Construímos, criamos, mas ainda falta a sintonia, aquela coisa de jogar sem pensar. Renato e Pato logo logo vão abaixar a cabeça e saber onde está o outro, deixar na cara do gol. O único puxão de orelha, até no intervalo, foi a finalização de média distância. Abriu três, quatro vezes e não chutaram. Tem de bater! Abriu, bate! Todos de frente tiveram essa possibilidade”, ressaltou o treinador, em entrevista coletiva no vestiário do Morumbi.

Para Tite, o Corinthians foi superior e, se uma equipe tivesse de sair vencedor, estar seria o Timão. Em outra resposta, ele analisou que o Santos começou acelerado, mas que depois sua equipe começou a tocar a bola e teve o domínio das ações.

“Tivemos as melhores chances. Se alguma equipe tivesse de vencer, seríamos nós. Buscamos mais, jogamos o tempo todo no campo do adversário. A equipe teve consciência. Só teve a dura de finalizar mais”, afirmou Tite.

Fonte: Band