Colors: Blue Color

Indústrias de aves e suínos do Brasil já começam a se movimentar para compras de milho dos Estados Unidos, embora nenhum negócio tenha sido oficializado, após o governo federal anunciar na véspera a eliminação de uma tarifa cobrada sobre compras de fora do Mercosul.

"Todo mundo está tateando para ver se vai fechar a conta. Mas minha opinião pessoal é de que os negócios vão andar, sim. Vai evoluir semana que vem, pois tem feriado amanhã", disse um operador de milho de uma trading internacional.

A Câmara de Comércio Exterior (Camex) aprovou a isenção de taxa na importação de milho para uma cota de 1 milhão de toneladas, válida por seis meses, diante de uma escassez do cereal no mercado interno que levou os preços do produto a patamares recordes.

A decisão, contudo, ainda precisa ser oficializada com uma publicação no Diário Oficial da União.

"Certeza que o mercado está trabalhando essas importações dos EUA. Mas acho que só fecham quando tiver a certeza que foram retirados impostos ou quando as regras estiverem 100 por cento claras", ponderou o diretor de Inteligência de Mercado da corretora Cerealpar, Steve Cachia. "Estamos falando em negócios de milhões de dólares."

O Brasil já vem comprando bons volumes de milho da Argentina e do Paraguai, em negócios isentos de tarifas de importação.

O principal destino das compras dos Estados Unidos deverá ser o Nordeste do Brasil.

"Eu acho que vão ocorrer negócios. Os 8 por cento (eliminados sobre a importação) são um valor muito expressivo", disse o vice-presidente de Abastecimento da Associação Avícola de Pernambuco, Josimário Florencio.

O anúncio feito na manhã desta quarta-feira pelo Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) de que exportadores do norte-americanos haviam fechado a venda de 136 mil toneladas de milho para "destinos desconhecidos", para entrega até o fim de agosto, fomentou comentários no mercado.

"O anúncio desta manhã, para destinos desconhecidos, aposto que é para o Brasil", analisou o presidente da consultoria AGR Brasil, Pedro Dejneka, em Chicago.

Segundo ele, o milho disponível nos portos do Golfo nos Estados Unidos poderá chegar, por exemplo, ao porto de Recife (PE) com uma vantagem de 69 dólares por tonelada ante os preços solicitados pelos vendedores locais (de 255 dólares por tonelada), mesmo quando incluídos os custos de frete marítimo e rodoviário.

Para Dejneka, a atual redução na oferta de milho da Argentina, decorrente de chuvas que atrapalham a colheita e os embarques portuários, tende a favorecer o interesse por grão norte-americano.

A expectativa de granjas pequenas e médias, que não têm porte para realizar operações diretas de importações, é que a entrada de mais milho importado no mercado destrave também negócios com os poucos estoques de milho disponível no mercado local.

"Hoje o mercado está na retaguarda, esperando os preços melhorarem. Os poucos que têm, não querem vender", citou o representante comercial da corretora Geleilate, de Fortaleza (CE), que negocia grãos no interior do Nordeste.

"Os vendedores brasileiros estavam ficando confiantes demais de que seus pedidos de preço 'teriam' que ser atendidos. Bem, o governo acaba de sabotar essa estratégia", completou Dejneka.

OFERTA NA SAFRINHA

Analistas de mercado também destacaram que a medida do governo funcionará como uma espécie de seguro para a oferta em determinadas regiões do país, caso se confirme a tendência de uma colheita, nos próximos meses, prejudicada pelo clima seco.

SÃO PAULO (Reuters) - - Fonte Yahoo: Por Gustavo Bonato: https://br.noticias.yahoo.com/mercado-brasileiro-se-movimenta-para-comprar-milho-dos-210306847--finance.html?nhp=1

palmito 4

Cada porção do palmito pupunha tem em média 700 gramas e é vendida a R$ 8. (Foto: Reprodução / TV TEM)

A plantação de palmitos pupunha está fazendo produtores de Garça (SP) faturarem com a agricultura. A planta é cortada de seis em seis meses e brota durante 16 anos. Alvim Cirillo é um dos produtores de um dos alimentos mais valorizados na culinária. Há cinco anos, ele descobriu na lavoura uma forma de melhorar a aposentadoria e, atualmente, o negócio se tornou lazer.

anaa

Cortador em Canavial (Foto: Adriano Machado/Do Google Images Internet)

A Justiça condenou a Abengoa Bioenergia a não vincular o salário de cortadores à quantidade de cana-de-açúcar colhida por eles, prática conhecida como ‘salário por produção’. A sentença é da 1ª Turma de desembargadores do Tribunal Regional do Trabalho (TRT) da 15ª Região, em Campinas (SP), que reformou uma decisão da Vara do Trabalho de Porto Ferreira (SP). 

captura de tela inteira 10122015 192237

Dados do Fundecitris foram divulgados nesta quinta, em Araraquara (Foto: Reginaldo dos Santos/EPTV)

Produtores de laranja da região de Araraquara (SP) receberam com otimismo os dados divulgados pelo Fundo de Defesa da Citricultura (Fundecitrus) nesta quinta-feira (10). O balanço mostra que o Estado de São Paulo vai terminar o ano com uma produção 7% menor do que a de 2014, com 286 milhões de caixas, mas os empresários veem nessa redução o equilíbrio do mercado. Também reforçam que o número é bem menor do que a queda na Flórida, principal concorrente.

 

tivelli8

A Casa da Agricultura de Itápolis convida para a Palestra Produção Orgânica de Hortaliças e Frutas neste dia 21-09 às 14h00. Serão abordados os seguintes temas: 1) Cenário atual da Agricultura Orgânica Paulista - 2) Como cultivar produtos orgânicos?. O palestrante é o Eng. Agr.Dr. Sebastião Wilson Tivelli, pesquisador APTA São Roque/SAA. O evento acontece na Associação dos Engenheiros, Arquitetos e Agrônomos de Itápolis que fica na Av. Duque de Caxias, 1440, Vila Santos, Itápolis/SP - Informações: (16) 3262-1440 / Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. . Veja matéria sobre Tivelli: http://www.craz.com.br/site/portal/corporativo/files/2013/08/do71-17abr-pg04.pdf 

desktop

Agricultor da cidade de Itápolis durante cultivo em estufas (Foto Arquivo: João Reis/ Revistanet)

Inscrições gratuitas para evento de comemoração estão abertas no Sebrae-SP Araraquara pelo telefone 16 3332-3590. Na terça-feira (28) de julho, produtores rurais de toda a região se reúnem em Araraquara para comemorar o “Dia do Agricultor”. O evento será realizado a partir das 8h, no Lar Nosso Ninho, que fica na Rodovia Manoel de Abreu (Araraquara – Américo Brasiliense), s/n, no km 2.

102 1261

O prefeito Zequinha fala sobre benefícios do plano para o município ao lado do gerente do BB, João Furlan

O Banco do Brasil vai destinar R$ 18,5 bilhões para operações de crédito rural na safra 2015/16 no Estado São Paulo.
O volume é 26,9% superior ao valor desembolsado na safra 2014/15. Desse total, R$ 1,17 bilhões irão financiar a agricultura familiar, R$ 2,29 bilhões os Médios Produtores Rurais e R$ 15,02 bilhões vão atender aos demais produtores e suas cooperativas rurais. (veja fotos)

dsc8550

Em Itápolis o lançamento do Plano Safra 2015/2016 será na AABB nesta quarta, dia 01 de Julho à partir das 18h00. (Foto: Ernesto de Souza/Ed. Globo)

Neste dia 01 de Julho o Banco do Brasil promove o lançamento do Plano Safra 2015-2016. O evento tem início às 18h00 quando haverá exposição de máquinas e equipamentos. À partir das 20h00 acontecem as reuniões e palestras que tratarão do Plano Safra para o Biênio 2015-2016. (Fonte: Assessoria da Agência do Banco do Brasil de Itápolis)